Psicodélica


M. Night Shyamalan
dezembro 20, 2010, 2:28 pm
Filed under: Review

Esta semana, eu dei bastante de cara com o trabalho do ex-queridinho dos cults cinematográfico M. Night Shyamalan, criador de filmes tão opostos (principalmente no sentido qualitativo) quanto “O Sexto Sentido” e o “A Dama na Água”. Fui para uma exibição do seu filme “Unbreakable” (“Corpo Fechado” para nós, único filme que a tradução do título supera o original) no cine Líbero Luxardo (cortesia da APJCC) ao qual se seguiu uma pequena discussão sobre o filme e, conseqüentemente, sobre o próprio Shyamalan.

E fiquei completamente surpreso frente à boa vontade dos curadores da exposição frente ao trabalho recente do diretor.

Pensei então “bem, talvez seja o meu mau humor me impelindo contra o Shyamalan”, mas não parecia muito provável, já que, seja lá o que eu sinta pelo diretor, não tem gosto de mera antipatia mas sim de uma decepção, a qual eu venho digerindo ao longo de alguns filmes dele, principalmente a “A Dama na Água”, um filme que assisti com grande expectativa (até ali, as obras dele me pareciam bem autenticas e sempre me agradaram muito) e devolvi para a locadora com a sensação que eu teria me dado melhor se eu tivesse usado o dinheiro para comprar crack estragado e fumado na frente de uma unidade da ROTAN.  O filme é terrível e essa impressão não me deixou até agora. Resolvi então conferir o que “as internets” acha do Shyamalan e, bem, este gráfico que surgiu em uma das paginas que li resume bem a opnião geral sobre ele:

Down, down...

Jesus, eu sequer sabia que “The Last Airbender” e “The Happening” eram dele, e ambos foram mais decepcionantes que anuncio de aumentar o pênis em sites pornô.  Agora eu entendo por que.

Aqui tem um ótimo comentário sobre a ascensão e  queda do autor (infelizmente em inglês) que reproduz a minha própria opinião acerca do ShayShay: um autor que não conseguiu superar suas premissas iniciais, tenta desesperadamente reproduzir o que conseguiu com “O Sexto Sentido” e “Corpo Fechado” e ignora rudemente todas as críticas  feitas ao seu trabalho. Uma pena. Destruiu muitas boas idéias no seu caminho, junto com uma das melhores series animadas da Nick.