Psicodélica


2 Cousas
fevereiro 6, 2010, 12:08 pm
Filed under: Outros

I

Estou estagiando no Ministério Público do Pará faz algum tempo já. É tremendamente engraçado como um ambiente de trabalho pode se transformar em algo brutalmente repressivo caso você não se encaixe naquele perfil de funcionário domesticado que geralmente se prega.

Para quem não entendeu, olhe a foto que ilustra o cabeçalho do blog para entender um pouco melhor. Ter dreadlocks e ser funcionário público é meio como misturar manga e leite: Não mata,  como pregava minha avó, mas é ruim feito o diabo.

MAS, tem um lado bom de estagiar lá:

Todos os nossos bloquinhos de notas são feitos com folhas do processo de Eldorado dos Carajás. É como escrever em papiros feitos de pele humana! Genial.

II

Atentem para o relato feito no livro “História das Relações de Gênero” de Peter Stearns:

“Foi nesse contexto, logo após a morte do kamehameha, seu filho decidiu acabar com um tabu tradicional, o Kappu, que impedia homens e mulheres de comerem juntos. Num banquete de 1819, ele se juntou à mesa das mulheres, declarando que ‘os tabus estão no fim… os deuses são uma mentira’”

Se vocês não conseguem achar alucinante a frase proferida numa área extremamente religiosa na época como a polinésia (e proferida por uma autoridade local), pelo menos PIREM pelo nome do pai do cara ser Kamehameha.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

KAME HAME HA!
Caramba!!
O comentário sobre os “papiros” foi ótimo! =D

Comentário por Léli




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: