Psicodélica


Bar e Ética
outubro 26, 2009, 1:06 pm
Filed under: Clave de Fá, Outros

Vamos, de um município a outro, carregando equipamento, se comprometendo com o tal compromisso profissional, chegando adiantados para podermos armar todo o equipamento no bar, esperamos bem umas duas ou três horas para esperar o tal do Lyoto Machida ganhar uma luta depois de apanhar nos cinco rounds para podermos começar a tocar, armamos o material e…

O cara manda a gente embora, por que tava tarde e queria fechar o bar.

Eu era contratado pela banda. Recebi minha grana de qualquer jeito – por que, ao contrário da maioria dos donos de bar, esse pessoal era sério – mas o pessoal não recebeu grana nenhuma. Não sei se o cara pagou posteriormente, mas me pergunto como pode esse cenário amadoristico se manter aqui em Belém, todo esse imenso desrespeito com uma classe trabalhadora como qualquer outra.

Ser músico obviamente é uma merda. Mas ser músico em Belém do Pará é, definitivamente, um castigo. Karmarrific!

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: